10 junho 2008

A autêntica múmia egípcia feita em casa

O título deste post é uma homenagem ao Ray Bradbury, um dos maiores escritores do século XX (e talvez um dos poucos ainda vivos), e que eu (vergonhosamente) nunca tinha lido. Agora tô lendo uma coletânea de contos dele e recomendo, o cara é muito bom. Mas o melhor ensinamento que eu tirei do livro até agora, está na introdução. Bradbury, durante os mais de 60 anos escreveu um conto por semana. Não conheço um aspirante a escritor que faça isso. A questão que quero colocar é aquela que o Stephen King coloca em seu livro "Dança Macabra": Talento é uma faca sem fio, você tem que afiá-la para funcionar. Infelizmente muitas pessoas acham que talento é uma coisa que nasce pronta com você. Mas não é. Um bom trabalho (seja na área que for) é fruto de muito suor.

4 comentários:

Luiz Augusto disse...

Assino embaixo! :)

Thiago disse...

Bradbury é óoootemo! Não é vergonha nunca ter lido. Nunca é tarde para encontrar pérolas como essa =)
Crônicas Marcianas e Fahrenheit 451 são os melhores!! (na minha humilde opinião...) hehehe aliás, Fahrenheit virou filme do Truffaut na década de 60 (imperdível). Não li nada muito recente dele. Vou ver se resgato alguma coisa.
abração!

vini disse...

Li o Fahrenheit 451 ano passado. Recomendo fortemente.

vini disse...

Ah! E gostei do link pra Fonte Última da Verdade.