20 fevereiro 2009

Vanguardismo de Retaguarda


Na real, eu só conheço um autor que usou esse termo, e acho que só uma vez, mas é uma expressão que eu adoro, o "neomomento do vanguardismo de retaguarda". Gosto da expressão porque ela define exatamente um momento na arte (que teve seu ponto alto nos anos 60, 70, 80 mas ainda ecoa de alguma maneira até hoje) em que a pior coisa que se pode falar a respeito de uma obra é "Mas isso já foi feito", e faz isso com um pedantismo digno do universo artístico.
Mas, de qualquer maneira, esse é um post comemorativo, pois é o de número 501 aqui do Contratempos Modernos. E nada melhor para comemorar do que fazer uma tira com os personagens originais do blog. Para quem não sabe, Contratempos Modernos era, originalmente, o nome dessa tira que eu fazia com o Dinossauro e o Robô desde 2002 e que acabou sendo o nome do blog.
Abraços

4 comentários:

raquel alberti disse...

quem é o autor???

eu voto pela volta do dinossauro e do robô. um momento vanguardismo de retaguarda. :)

Ulisses Adirt disse...

Como leitor novo eu estou ensaiando, faz uns meses, brincar com os arquivos do blog. Acho q não tem mais jeito... vai ser um dos programas do carnaval.

Michael disse...

Bah Aleja, olha essas tiras de quadrinhos repetidos:http://partiallyclips.com/index.php?id=1594

falou!

Luiz Augusto disse...

Ah, a época do neomomento do vanguardismo de retaguarda... Bons tempos! :p