22 fevereiro 2009

Carnaval 2009


Opa. Olha só! Tem mais gente que acha que carnaval bom é carnaval em casa! Ufa, não estou sozinho... Mas é isso aí, é carnaval. Melhor coisa do carnaval é ver aquelas pessoas que nunca saem da linha completamente piradas. Aquele teu tio que é caixa do Banco do Brasil e crente aparece na TV vestido de Carmem Miranda... Isso me lembra de uma coisa. Crianças, não esqueçam: Usem drogas e não usem camisinha com moderação! Peraí.... o editor tá dizendo que não é isso... ah, tá... o slogan é ‘Usem camisinha e droguem-se com moderação’! Não! Ai meu deus, já volto. Ah, tá, anotei no papelzinho aqui. ‘Usem camisinha e bebam com moderação’! Perguntei para o editor se no slogan não tem nenhuma referência ao não uso de drogas, mas ele disse que “Carnaval sem overdose de samba-enredo e axé music, não é carnaval”. Ok, tenho que concordar, afinal quem é que manda aqui, né.

Mas já que a gente está falando em drogas, lembrei agora da primeira vez que eu usei. Foi com uma ex-namorada em uma danceteria. A gente tava lá na festa e tal, um amigo nosso chegou para nós, mostrou como que era, deu aquela vontade e pá.... acabei dançando uma do “Kaoma” (caaaara, uma hora vou ter que escrever sobre esse clipe!). Mas pelo menos eu saí dessa vida. Acabei tendo que largar a minha namorada, sabe, ela simplesmente viciou em modismos. Outro dia encontrei ela na rua. É triste ver alguém que a gente gosta se acabando. Ela atualmente é conhecida como “Shirley Popozuda do Bonde dos Mano”. Por isso eu digo, usem com moderação,Ok? Uma vez por ano não mata ninguém, mas não precisa se tornar um hábito.

E agora falando em camisinha, lembrei do meu primeiro orgasmo. Tenho muito orgulho dele. Sabe, eu só fui ter um orgasmo bem tarde na vida. Eu não fui que nem a maioria dos meus amigos que ganharam um orgasmo quando fizeram 18 anos, ou quando passaram no vestibular. Aquela coisa de chegar em casa com o listão do vestibular e o pai diz “Meu filho, tem um presente para ti no teu quarto, espero que tu goste”, ou na festa de aniversário de 18 anos ganhar um embrulho enorme, abrir chorando e dizer “Pô, pai, bem da cor que eu queria”. Eu tive que trabalhar e comprar o meu primeiro orgasmo. Claro que era um usado ano 83, mas era praticamente novo, sabe, pertencia a uma velhinha que nunca usou ele. Uma recauchutada aqui, uma bateria nova (a primeira vez que fui sair com ele, fiquei na mão e precisei de uma chupeta) e tava pronto! Um orgasmo só meu e ninguém tinha nada com isso. Eu andava com ele para todo lado, até que um dia me roubaram ele no ônibus. Foi muito triste. Pior é ir na delegacia fazer o B.O. e a polícia dizer que provavelmente nesse momento o meu orgasmo já tá no Paraguai sendo revendido. Foi complicado para mim, mas passou. Que bom que o seguro cobria.

Ahã, acho que era isso. Crianças, aproveitem o carnaval com moderação.

Fui.

5 comentários:

J disse...

Só p/ falar sobre a enquete do teraa... Muito pouco provavel q alguem q esteja bricando no carnaval venha responder esta enquete.

Rodrigo Leão disse...

Ótimo texto!

Matheus disse...

valeu rdrigo por ter me adicionado
valeu

Luiz Augusto disse...

Muito bom o parágrafo do orgasmo! Mas acho q moderação é o carái! HEHE!

Cássia disse...

Eu gosto daqueles bailezinhos de carnaval!! Todo mundo fantasiado, dançando aquelas marchinhas sem pé nem cabeça!!
xD mas na falta a melhor opção é o PC mesmo!!
Obrigada por trocar o selo!!