23 novembro 2012

Exercício de futilidade

Hum, só depois que eu já tinha feito a tira que eu lembrei de uma vez que eu levei à um show uma moça com quem eu estava saindo e ela brigou comigo porque eu "batia palmas demais ao final das músicas." Ok...
Outro dia eu estava conversando com uma amiga sobre a bizarrice dos foras que eu já tomei e ela me disse que eu deveria fazer uma série de tiras sobre isso, afinal algumas histórias são realmente inacreditáveis. Mas decidi não fazer isso pois o resultado seria um longo bestiário sobre a estupidez humana protagonizada por mulheres, o que me renderia infinitos xingamentos e acusações de misoginia e machismo.
Não que os homens não façam as mesmas coisas com as mulheres, mas se eu for contar as minhas histórias, não tem como eu falar sobre o lado das mulheres da situação.
Enfim, talvez um dia eu faça um livro chamado "Meus Problemas com as Mulheres"... ops, o Crumb já fez isso... e rendeu para ele infinitos xingamentos e acusações de misoginia e machismo, então é melhor não fazer.

18 comentários:

Abel Pedro disse...

Comigo acontece direto

Fex disse...

Mas qual o problema de ser acusado de misógino e machista? Das duas, uma: ou você é, e foda-se a opinião da mulherada, ou você não é, e aí a série serviriam meio como que uma peneira de público pra você.

Tá, essa segunda opção não é exatamente boa, mas seu tipo de humor já é seletivo de público. É presunçoso da minha parte dizer isto, mas a maioria das suas piadas não é qualquer zé mané que entende.

Olha como as coisas estão, muitas mulheres fazem esse tipo de coisa sempre e nem por isso são acusadas de feministas e misandras (achei que eu tinha inventado um neologismo, mas pesquisei antes de postar e esta palavra existe). Quer dizer, de feministas elas até são chamadas, mas não tem a conotação negativa da palavra "machista".

Daniel disse...

Já tomei muito fora e isso já aconteceu muito comigo.

Eu também acho que voce deveria falar, foda-se quem nao concorda..rsrs..

Anônimo disse...

Já tive algumas discussões terríveis por motivos absurdos.

três que me recordo:

1- tenho uma risada muito alta - e isso quando eventualmente eu estava empolgado.

2- pronúncia de palavras: uma ex falou uma palavra com uma pronúncia esquisita e eu a repeti, perguntando o que era. Ela disse o significado e eu, sem pensar, a pronunciei corretamente. Motivo suficiente para a dita cuja me acusar de arrogante, escroto e que da próxima vez iria namorar uma pessoa que jamais saberia mais do que ela em algum assunto.

3- "você não gosta de carne moída e eu não suporto isso" - dito pela mesma ex aí de cima. A loucura começou quando eu fiz para ela um cappelletti de recheio 4 queijos com molho branco. ela elogiou muito e depois do jantar ficou pensativa, até subitamente explodir com a frase acima. Depois de me certificar que tinha entendido direito, recebi a seguinte explicação, dita de forma ácida e raivosa: 'é que você faz pratos deliciosos para mim e eu não sei cozinhar. o único prato bom que sei fazer é panqueca de carne moída e você não gosta e eu me sinto inferiorizada.' E devo dizer que piorei tudo, porque fiquei rindo descontroladamente depois de descobrir que estava brigando por não curtir carne moída. :-)

JB disse...

Cara, vc devia era fazer uma série de TV com esses causos!

Xanditz disse...

Pow, vc não vai nos privar dessas histórias né? Faz o seguinte: abre um concurso onde as garotas podem mandar as histórias mais inusitadas que homens aprontaram com elas. Daí pra cada história sua vc escolhe uma história enviada. Sempre vai estar equilibrado e vc vai ter tirinhas pra fazer até o fim do mundo... logo alí no dia 21 de dez! lol

Cpt.Guapo disse...

Concordo com o Fex. Você deveria fazer sim esse tipo de tiras... Qual homem que se preza não passou por essa situação pelo menos uma vez? Se eu for lembrar de casos meus tão ou mais bizarros que os seus e do pessoal que postou aí, o que não vai faltar é material pra tiras...

Pra aliviar, poderia alternar com outros tipos de tiras, já que isso o perturba. Mas a verdade nua e crua é isso aí: Doa a quem doer!

E lembre-se, Crumb é festejado e louvado sendo misógino ou não. O politicamente correto é uma coisa que você tem que saber lidar. Não dá pra usá-lo sempre na vida real.

Bom, é minha opinião.

Ah, tira suprema, como sempre!

Anônimo disse...

triste mas verdade, uma vez uma menina já me dispensou por ser "esperto de mais" ...

Leleu de Ouro Preto disse...

Cara: excelente tirinha. E não acho poderia te acusar de misoginia e machismo... talvez de machismo em outra situação, mas de misoginia NUNCA!!! O motivo é que eu nao faço idéia do que significa isso e to com preguiça de procurar no google.

Rodrigo: faz as tirinhas e relaxa. Duvido q alguma garota vai te encher a bolsa escrotal por tal feito. E eu to curioso pra saber as outras histórias... então: manda bala!!!

Anônimo disse...

Alguem andou lendo Zygmunt Bauman? hahahah

Anônimo disse...

Samuca in troubles diz:
FEX falou tudo o que eu poderia pensar!!!
E cára: isso seria demais ... e se você for atrás de análises sociológicas atuais você descobrirá o que o movimento feminista aliado a ideologias políticas várias estão modifiando na "microvida" das pessoas: essa "bestialização" dos relacionamentos é só a ponta do iceberg.
Mas escreva as tirinhas alternadas com outras e DEPOIS COMPILA EM UMA OBRA "machista" e PHoda-se os politicamente corretos!
Só pra constar: eu tomei duas dessas suas quatro histórias nos últimos 3 anos!
:-)

Fex disse...

Eu torço fortemente para que o terceiro quadrinho seja apenas uma representação exagerada da realidade.

Porque seria mais um duro golpe na minha já muito combalida fé na humanidade.

Anônimo disse...

Sugestão: fazer alguns quadrinhos sobre os tais "foras absurdos", postar... e depois fazer quadrinhos com as respostas absurdas :)

Por mais que as tirinhas se tornem "um longo bestiário sobre a estupidez humana", garanto que os comentários que vêm depois vão ser ainda mais obtusos :)
Abraços anônimos.

Rodrigo Freitas disse...

13 comentários nesta tira e NENHUM feminino...
Ou o público feminino aqui é inexistente ou alguém está com medo de concordar com a tirinha hahaha!!
Mulheres são de outro planeta mesmo, já dizia a música.
Não cheguei a tomar foras com motivos muito estranhos, mas uma vez recebi uma SMS que a garota fingiu enviar para a amiga dizendo que queria terminar comigo.
EU gostei da ideia do parceiro ali de cima, invente/receba algumas histórias das mulheres e conte as suas! Seria uma forma de desabafar e também de ter assunto para várias tiras.
Abraço!

Anônimo disse...

Nossa, e eu vou ser a única garota a defender as tiras?
Enfim, acho que muitas de nós, mulheres, têm mesmo recorrido a subterfúgios nada coerentes na hora de sair de seus relacionamentos, sejam eles rasos ou profundos. Mas acho que as tirinhas são uma boa forma de mostrar ao público feminino o modo como uma parte do mundo masculino vê ou sente a coisa toda...

Bom, quanto ao julgamento dos outros, os outros sempre vão pensar alguma coisa. Então é melhor vc escolher o público que vc pretende agradar e fim.

Gosto das tiras, Parabéns.

Abraço.

Tati.

Anônimo disse...

é pra vocês verem como estão as coisas.de tanto dizerem que os homens eram insensiveis e anti romantico,hoje os papéis se inverteram.eu ja passei inumeras vezes por situações como a do amigo ai.a ultima inclusive foi essa semana,eu vivi uma situaçao ingualzinha essa do primeiro quadrinho,onde a minha só queria transar.tipo fui fala em relacionamento sério e ela praticamente termino comigo no mesmo dia kkkkk.hoje em dia ta osso e oque é triste é ver essa geraçao de mulheres indo pra essa situaçao deploravel,por perde a sensibilidade que as mulheres tinham ou pelo menos eu ouvi fala que tinham antigamente.é triste ver as mulheres querendo meio que imita os homens cavajestes que sempre existiram mas que porem nunca foram todos.tipo pode ter sido a maioria mas nunca todos os homens foram ou sao cavajestes.e as mulheres eram na maioria,romantica,lutavam pelo amor,,e hoje a maioria ta ai,,sem comentarios né..felizmente ainda existe a minoria,,tanto de homens quanto de mulheres,qque acreditam e valorizam o verdadeiro amor.

Luana Keane. disse...

Não acredito que expor os problemas do seus relacionamentos seja algo machista, contanto que não conclua no seu livro que as mulheres são "culpadas" em todos os casos. Afinal, acredite, eu como mulher também já fui alvo de desculpas esfarrapadas como "é que eu quero sair com você só nas férias, não agora".
Um colega acima sugeriu incluir algumas tiras com histórias do público feminino, eu acho que faria o conteúdo do teu livro mais completo, levando em conta de que existem cada vez menos "papéis" para homens/mulheres em suas relações... há homens mais românticos, há mulheres independentes e desprendidas e vice-versa. Seria uma análise interessante.
Ah, parabéns pelas tirinhas! :)

hello disse...

good thanks sohbet & sohbet & sohbet