30 junho 2012

Em uma ComicCon Qualquer

Outro dia teve o Multiverso ComicCon RS (ou Multiverso Comiccon Risos, como diria a Samanta). Muito legal, oportunidade de conhecer pesssoalmente um monte de gente talentosa e conhecer o talento de mais um monte de gente que eu não conhecia. O problema é esse, eu conheço as pessoas, me apresento para os meus ídolos e fico com a certeza de que eles lembrarão de mim como alguém esquisito/maluco/retardado/sociopata.... Mas, por outro lado, você pode ficar tranquilo, pois você nunca será a pessoa mais esquisita dentro de uma convenção de quadrinhos.

7 comentários:

Fex disse...

Que bom. Se algum dia eu chegar a te conhecer num desses eventos aqui em São Paulo, você vai ter empatia por mim. hahahahahahahahahah

Fex disse...

Cara, tudo a ver sua tirinha com a minha semana. Acabei de conhecer o Fábio Coala e o Carlos Ruas no You Pix, e vou te dizer: só trocaria o "Òinc óinc" por "Glu glu glu glu". De resto, igualzinho. rs

Digo Freitas disse...

Todos nós parecemos idiotas quando vamos falar com alguém que admiramos, aé percebemos que eles são pessoas como nós e tal, mas demooooora hahah

carol disse...

haha, é exatamente assim que imagino um encontro meu com alguém que realmente admiro. ou ter um piripaque ou sei lá. espero estar errada rs
e pensar que quando encontrei o mauricio de sousa eu me comportei perfeitamente bem... será que eu era tão mais madura aos 11 do que sou hoje com 18? õ.o

Karla Cíntia disse...

Aconteceu comigo quando conversei com Vick Muniz. Só que pior. Banquei a maior tiete e depois da cena bateu o ridículo e vomitei.

Fex disse...

Estou achando melhor parar de ir a eventos onde eu possa encontrar quadrinistas...

Gilberto Queiroz disse...

Verdade. Como têm gente esquisita em eventos de quadrinhos! Olha esse. Parece estranho mesmo...Ôpa, era um espelho...
Seu blog é demais, Rodrigo. Parabéns!