27 maio 2009

Cabelereiro

Quem é que nunca passou por isso, de ir no barbeiro/cabelereiro e o cara fazer algo tão horrível que tu ficas com vergonha de sair na rua? Passei tanto por isso que já faz uns 5 anos que eu próprio corto o meu cabelo. Vocês podem imaginar a "beleza" que fica, mas o meu ditado é "Se é pra ficar uma merda, pelo menos, eu mesmo cortando, fica uma merda de graça".

13 comentários:

outravida disse...

heuiaheiuhae, é bem verdade... da última vez, cortaram tão baixo que me revoltei e passei 1 ano e meio sem cortar o cabelo. no carnaval agora que uma amiga perguntou se eu a deixava cortar, pensei: "se der em m$$$$, mando ajeitar depois"
cortei e não me arrependi

Augusto disse...

hehehe, muito bom. a últma vez que eu fui no cabelereiro, cheguei em casa, me olhei no espelho e passei a máquina 2, de tão feio que tava...

Diogo disse...

Mais um pro clube: só corto fora de casa por preguiça de limpar o banheiro depois, já que aqui na minha rua tem um sujeito que corta por SEIS PILA.

No mais, um abraço e dê um conferes nesta tirinha do SALIMENA: http://linhadotremtiras.blogspot.com/2009_05_26_archive.html#3762798385305247446

Tiago Nepomuceno disse...

Hahaha

como sempre, preciso feito navalha de barbeiro !

Pensando bem, esse seu barbeiro da tira deve ser o mesmo que é lembrado no trânsito, quando dá cagada... ¬¬

Carol disse...

Coitado do cara, virou o Pança! :D

Rodrigo Chaves disse...

Pois é, Carol, será que essa é a origem do Pança?
Vou averiguar.

Yabai disse...

merda de graça?

xD

eu só não corto meu cabelo pq é cacheado e tenho medo de enroscar a tesoura nele e nunca mais sair. ou algo assim.

xD

o/

posos lincar teu blog lá no meu??

xD

historiadora familial disse...

...teve uma vez que uma irmã tua foi fazer "luzes" e o resultado foi tal que ela chegou em casa com o moletom enrolado na cabeça...acho que eras muito pequeno para lembrar...ou será que o acontecido ficou nas camadas mais profundas da memória e ajudou a criar esta ótima tira?

Fabriano disse...

E aí, Rodrigão. Belo blog esse teu. Tuas tiras estão muito bonitas. Teu traço está maravilhoso. Achei que era "gringo". Parabéns.
P.S.: Demorei, mas visitei - e gostei - e vou voltar! Abração!

Sabrina Mix disse...

Hehehe, Rodrigo!

Complicado mesmo. Felizmente encontrei alguém que corta meu cabelo do jeitinho que eu gosto, mas não sei até quando. Tenho "sorte", sempre que encontro um bom profissional, ele desaparece do mapa. Complicado!

Beijos e sucesso!!!

Raul disse...

O último quadrinho tem tudo que precisa pra mostrar a insatisfação de alguém: risquinho em cima da cabeça, braços para trás, pedra sendo chutada, olhos caídos nas pontas e cabeça inclinada para baixo... hehe... o cabelo dele deve ter ficado feio pra caralho!!! parabéns Aleja! Abraço!

Záve disse...

Com menino ainda é fácil, é só raspar. Mas com as meninas...é se assumir e chorar...

Mude seu cabelo disse...

Eu mesma corto o meu cabelo tb pq ja aconteceu várias vezes de ficar uma droga o corte, mas é pq sou cabelereira rsrsrsrsrsrsrsrs

bjos adorei