18 novembro 2008

Será que tem alguém aí que ainda não ouviu falar da Porko Parade? Para quem não sabe, foi uma iniciativa do Bennet, e de acordo com ele mesmo, é uma sátira da Cow Parade. Mas porque fazer isso? "Num sei, é legal pintar um porco. Precisa apenas manter o espírito."
Bom, eu não pintei o porco, mas fiz um selo de conscientização ecológico-social alertando para um dos problemas mais críticos da atualidade: A Chuva de Porcos. Nem eu costumo alertar muito sobre isso, pois sempre estou preocupado demais com a chuva de bigornas, mas descobri que, estatisticamente, morrem mais pessoas por ano por causa dos suínos. E isso acontece porque as pessoas não estão conscientizadas desse problema.
Passem essa causa adiante. É importante para todos. Imprimam esse selo e colem nos seus carros, colem nos seus blogs. Vocês podem estar salvando uma vida. E a cada e-mail reenviado com esse selo, a CMOL (Contratempos Modernos Online) estará doando 5 centavos de Dólar Zimbabuano para as famílias das vítimas.

5 comentários:

Luiz Augusto disse...

HAUAHAUHUA! Ficou ducarái! Um trem meio estilo Monty Python!

Anônimo disse...

Achei essa notícia:

Pesquisadores americanos revelam que mudanças climáticas elevaram o a densidade de porcos nas zonas de perigo.

Carol disse...

Rsrsrs, muito legal o teu porco!
Você é muito generoso com as famílias das vítimas! Não prometa ao vento! De repente a campanha pega e você vai falir de tanto doar calorosos... 5 centavos de dólar zimbabuano! =)

Dr.H. Romeu Pinto disse...

Você não detalhou a diferença entre chuva de porcos selvagens, chuva de porcos domésticos e chuva de javalís. As consequências são diferentes, assim como as probabilidades de risco. Meu trabalho de pós-doutorado na Universidade Politécnica de Nova Bréscia investiga a fundo estes aspectos.

__YuRi_KuN__ disse...

olha, outro dia vi um porco passando, mas ele estava se locomovendo horizontalmente... u.u

achei meio anormal, então gostaria de relatar as autoridades sobre isso.