05 junho 2008

Pedaços Achados - Pequenas Histórias sem fim encontradas no Word

- Jorge! O que aconteceu? Achei que tu tinhas morrido!
- É... a festa de reveillon se extendeu um pouco... mas é bom comemorar bastante a entrada do ano novo, né?
- Mas, Jorge, já estamos em junho!
- Ah, é que eu emendei com o carnaval!
- Junho de 2008!
- Realmente o reveillon 2003 foi o melhor que eu já fui.

***********

O inspetor Dickhead entrou na sala onde encontravam-se todos os outros personagens da história. Eles o olhavam como se esperassem que ele revelasse o nome do criminoso. Talvez isso se deva ao fato que todos estavam ali presentes unicamente esperando que o inspetor acusasse alguém, então poderiam se retirar a sala de jogos para jogar bridge. A tensão era grande dentro da sala. Os olhares tentavam decifrar o que Dickhead pensava. Apenas Mr. Bation desviava seu pensamento. Ele não gostava de bridge, preferia rouba-monte, então projetava que, ao se retirar da sala, iria para os seus aposentos ler seu novo exemplar de “As permissivas aventuras de Lady Deeptroath”.
-Que bom que estão todos aqui... – disse o inspetor – menos você, Lady Backstabbed. Gostaria que a senhorita se retirasse. Não posso revelar o nome do seu assassino na sua presença. Seria bastante constrangedor, além de poder parecer fofoca.
Lady Backstabbed retirou-se da sala anunciando que gostaria muito começar a embaralhar as cartas e preparar as bebidas para o jogo de bridge, e desejava que os outros não demorassem muito, pois andava muito cansada e com um pouco de dor na lombar depois que fora assassinada com 18 facadas nas costas e gostaria de se deitar cedo naquela noite.
- Que bom que estão todos aqui... – recomeçou o inspetor – menos você, Sir Headless. Nós ainda não encontramos a sua cabeça, portanto consideramos um pouco desagradável a sua presença na sala. Como vítima, o senhor também pode se retirar, se preferir. O quê? Ah, sim. A sua dor no pescoço o está matando? Entendo. Mandarei a serviçal levar alguns analgésicos para o senhor nos seus aposentos.
-Que bom que estão todos aqui. – trescomeçou o inspetor – Porque após uma instigante, estafante, enervante e elefante investigação, posso dizer que sei quem é o assassino! Vamos começar por uma recapitulação dos crimes.

3 comentários:

Luiz Augusto disse...

HEHEHHE! Muito bons! O primeiro pode estar inacabado mas também funciona do jeito que está, meio como uma piadinha. O segundo tá muito doido tb, ri demais dos nomes! Já imaginei umas coisas pra frente, então vê se termina!

__YuRi_KuN__ disse...

meeeeu
cade o restoooo?

raquel alberti disse...

adorei! acho que funciona assim mesmo!
o outro tbm. as vezes a gente continua e estraga, que nem num desenho. tu entende, ne?