22 agosto 2007

Invasão Britânica no Garagem!

Ahã, sexta tem o shozinho! Invasão Britânica no Garagem Hermética!
OK, OK! Pra quem não sabe o que foi a dita "British Invasion", ela foi um momento extremamente importante na história do Rock. Vamos pra aula de história:

Todo mundo sabe que o rock surgiu nos EUA no início da década de 1950 e se espalhou pelo mundo. O negócio é que quando ele chegou na Europa, a gurizada por lá curtiu pra caramba e resolveu copiar. É divertido pensar que o maior porto da Inglaterra ficava em Liverpool, então lá havia muito contato com essa cultura americana. Não é a toa que lá surgiu a banda mais importante da história do rock. Mas voltando ao assunto, as músicas eram simples e tinham a atitude que a juventude procurava, então eles começaram a copiar a sonzera dos discos de Chuck Berry, Little Richard, Elvis Presley e companhia.
Mas então aconteceu uma coisa muito pitoresca e que muita gente não se dá conta: A juventude européia (e aqui no caso, mais precisamente a inglesa) tinha uma cultura musical muito diferente da cultura que gerou o rock nos EUA. A inglaterra não tinha vivenciado o Rythm and Blues nem a Country Music e esses elementos não estavam nos jovens. Por mais que eles tentassem copiar os mestres do rock americano, jamais ficaria 'igual'. Alguns jovens britânicos conseguiram pegar o básico da coisa, mas fatalmente o puro rock se misturou com a cultura do music hall (uma espécie de vaudeville inglês), pop, Folk Céltico e tudo mais o que tinha por lá, formulando um novo tipo de música que eles se sentiam livres pra tocar e cantar.

Enquanto isso, por volta de 1960 o rock americano já tinha criado um ranço de mesmice e definhava nos EUA. Os grandes mestres sucumbiam a sua própria atitude rock and roll. Little Richard largou o rock pela religião, Jerry Lee Lewis casou com a prima de 13 anos, Chuck Berry foi preso pela enésima vez... e a sociedade americana começou a se movimentar contra essa música do capeta. Talvez o único dos grandes que tenha sobrevivido incólume foi o bom moço branco Elvis Presley.

E então, no meio do definhamento do rock americano surgiu uma luz no fim do túnel para os roqueiros. No dia 7 de fevereiro de 1964, os Beatles desembarcaram em Nova Iorque, dando início ao movimento que ficou conhecido como "Invasão Britânica". Depois deles, inúmeras bandas inglesas (entre elas estão The Who e The Kinks) desembarcaram em solo americano para desbancar as bandas locais, fazer muito sucesso e, principalmente, mudar a cara do rock para sempre. O período da Invasão Britânica é normalmente limitada entre os anos de 1964 e 1967, mas até hoje o rock britânico exporta suas bandas.

E é esse importantíssimo momento da música que vai ser comemorado no Garagem Hermética na sexta-feira. Um banda tocando The Beatles (Yesterdays), uma tocando The Who (Who Bulldog) e uma tocando The Kinks (a já famosa aqui no blog Kinkilharia).

Vai ser, já foi, tá sendo!

2 comentários:

Luiz Augusto disse...

DOIDO!

Diogo disse...

Mais uma vez agradeço o espaço concedido à minha humilde banda neste magnífico blog, um oásis artístico, filosófico e cultural, um refúgio peculiar e idílico onde repousam perenes as vicissitudes da beleza prosaica.
iéié.