14 agosto 2007

Pantera, Belleville e Soninho

Estava eu com os meus botões, tentando desenhar algo para botar nesse blog, quando desenhei o Robô (não sei por onde ele anda, não tem mais falado comigo) e pensei em desenhar um carinha da assistência técnica. E comecei a rabiscar, rabiscar... não é que saiu o personagem da Pantera Cor-de-Rosa?! Taí um desenho que era legal. Era mudo, surreal, inteligente e estiloso. Era único.
Ontem (depois de anos passados com as pessoas dizendo que eu tinha que ver esse filme) assisti "As Bicicletas de Belleville". O filme é mudo na sua maior parte, bastante surreal e com um visual bem bonito. Pena que entrou para o hall dos filmes que eu dormi no meio. Só me lembro de ter dormido em dois outros filmes na minha vida: "Quem vai ficar com Mary" (será que só eu não achei graça nenhuma desse filme?) e "O Último dos Moicanos" (esse detém o título de único filme em que eu dormi no cinema).
Filmes são uma coisa que (em geral) me mantém acordado. E a NET e a ULBRA TV estão fazendo um complô para que eu não durma mais. Outro dia cheguei em casa meia-noite e pouco e estava começando "O Troco" na ULBRA. Puts! Tem que assistir! Daí eu fiquei lá vendo. Quando tava acabando o filme, começou a passar na tela a chamada "A seguir: Scarface". Bah, nem deixei começar o Scarface, senão eu não dormia mais. Sábado aconteceu a mesma coisa, mas no Telecine Cult. Cheguei em casa e ia comçar "Touro Indomável". Tem que assistir! Depois começou a aparecer "A Seguir: O Bebê de Rosemary". Nem esperei começar "O Bebê...." se começar a assistir, não paro mais. Mas cheguei a uma conclusão. Coisa boa que eu não tenho Telecine nem HBO (o Telecine só tá aberto por um período promocional), se tivesse eu não ia mais fazer mais nada da minha vida, só ver filmes.
Bom, mas voltando as Bicicletas, é um filme legal (pelo menos a parte que eu vi). Acho que vou ter que assistir outra vez para tentar compreender a magnitude dinâmica francesa do filme. Só espero que não passe no Telecine as 3 da manhã.

3 comentários:

thi.martini disse...

Nem só de cinema americano velhaco vive a indústria cinematográfica mundial. Dê uma chance a si mesmo!
Abraços.

Luiz Augusto disse...

Vc não é o único q não achou graça no "Quem vai ficar com Mary", lembro de já ter ouvido alguém falar isso. Já pra mim foi um dos filmes mais engraçados da história! HEHE! Tem muita piadinha interna de americano mesmo.

Telecine é coisa linda de Deus! Mas o bom é isso mesmo, de vez em quando liberam e a gente aproveita. Se eu tivesse todo dia, tb ia sair muito menos de casa.

Fabio disse...

QVFCM COMANDA!! DOIDIMAIS!!