03 junho 2007

Quero uma festa que não tenha Stones...

Não tem nada a ver.... ou tem, sei lá. Outro dia achei esse texto na internet e achei engraçadíssimo. É sobre a festa punk, mais especificamente sobre o Pogo. Quem já foi, sabe como é, quem não foi, consegue imaginar.
http://aurelio.net/musica/pogo.php

É uma pena que meus amigos só gostem de ir a lugares chatos, com janelas, que passaram por inspeção sanitária e que tocam Samba-rock. É de chorar. Eu tenho uma teoria. Lugares muito arrumadinhos são os piores lugares para se estar na noite.
Lugares arrumadinhos, bonitinhos e caros são lugares falsos e que, consequentemente, atraem pessoas falsas. Talvez as pessoas não seja falsas, mas ao entrarem nesses lugares, elas criam uma persona falsa. Todo mundo passa a ser o que não é, passa a ser o que gostaria de ser, ou pior, o que ela acha que as outras pessoas gostariam que ela fosse....ou seja, rica (por isso o lugar é caro) bonita e de bom gosto (consequentemente gosta de lugares bonitos que nem ela), feliz e divertida (que nem as músicas que vão tocar).....

Ninguém vai a um lugar chinelo e bagaceiro para parecer ser o que não é. As pessoas vão porque gostam. Estão lá para serem o que realmente são. E isso é muito legal. Não existe pressão sobre ninguém, todo mundo está lá só para se divertir e não há julgamento. Cada um na sua. Como o cara diz no texto, quando começa a festa tem de tudo, "punks de moicano colorido, metaleiros cabeludos de preto, carecas de suspensório, gurizada de 14 anos, bêbados do boteco, surfistas de bermuda e até gurias bem arrumadas". Todo mundo tá lá para se divertir, curtir o som e eras isso. É raro encontrar uma festa assim....
Bah, eu poderia escrever horas sobre isso, mas ninguém ia ler mesmo, então deixa pra lá.


Quero uma festa com os Kennedys
Eles é que sabem o que é hardcore
Depois pra resfriar e afastar os junkies
Poguear um monte ouvindo Circle Jerks
Quero uma festa punk!

3 comentários:

Luiz Augusto disse...

"Há alguma ficção na sua verdade, e há alguma verdade na sua ficção."

Quer dizer q eu concordo até certo ponto, mas eu olho a coisa por um ângulo diferente: o q importa é a companhia, o lugar tem pouca relevância.

De qq jeito, quando vc for a BH, te levo na "A Obra", vc vai curtir demais! Mas o mais doido não vai ser o lugar, vai ser q a gente vai estar lá! :)

Labareda disse...

Tem show dos Stones essa semana...

LEITOR disse...

EU LEIO