20 novembro 2006

Essa história me lembra uma coisa que aconteceu comigo uma vez.
Tava eu, um alemão, um português, o Papa, um papagaio e uma loira dentro de uma avião caindo. Daí, só tinha um paraquedas..... ah, não, é outra tira que me lembra essa história, então deixa pra lá.
O Luiz foi viajar!! Alguém aí faça comentários, senão eu fico falando sozinho!!!
bjs e boa terça

4 comentários:

Anônimo disse...

Já nós aqui ficamos pensando que embora a filosofia dialética do Extremo Oriente tenha sido classificada como binária, apenas aparentemente ela é dualista. Na realidade, é monista, porque yin e yang, opostos e antagônicos, são complementares, são os dois pólos que entram em jogo quando a expansão infinita se manifesta no ponto de bifurcação,são produzidos constantemente pela expansão infinita, se combinam em proporções variáveis formando todos os fenômenos.

Yin disse...

serei eu a mulher misteriosa?

Yang disse...

serei eu o robô escarlate?

Luiz Augusto disse...

Aí Aleija, valeu a menção honrosa no blog! Mas agora eu voltei! E como bom leitor, comentarei tudo (ou quase). Já anunciando q vou viajar de novo dia 15, aí só volto ano q vem (dia 4). Vou ver se dessa vez acompanho mais à distância.